O mito da dieta alcalina

656708-PP4BEW-84

Você provavelmente já ouviu falar que “alimentos ácidos aumentam o risco de câncer”, que “beber água com limão pela manhã pode alcalinizar o sangue” e muitas outras alegações sobre o mito da dieta alcalina. Seria maravilhoso ter a resposta definitiva para a prevenção de câncer e para alcançar a resistência imunológica para todas as doenças possíveis com uma dieta tão simples quanto essa, mas infelizmente o milagre da dieta alcalina é apenas um mito.

O maior divulgador dessa dieta é Robert O. Young, preso em 2016 por praticar medicina ilegalmente (ele dizia ser médico, mas não era). Sem evidências científicas, ele se baseia na teoria de 1912 de Sherman e Gettler, que considera que o metabolismo dos alimentos no corpo humano aconteceria da mesma maneira que a queima de alimentos em um forno, por exemplo, e ao final do processo sobrariam cinzas que seriam ácidas ou básicas (também chamadas de alcalinas). Continuar lendo

Mais sobre tinturas e descolorantes

bioquimica do cabelo 2

Olá, pessoas!

Esse post é a continuação do assunto Tinturas e descolorantes, onde eu falei um pouco dos aspectos químicos desses processos. Aqui falarei sobre vantagens e desvantagens, cuidados e segurança de tinturas e descolorantes e o impacto desses processos na fibra do cabelo. Continuar lendo

Tinturas e descolorantes

3363

A história da coloração dos cabelos teve início, ou pelo menos relatos, a partir das dinastias antigas do Egito e China, onde a havia abundância de corantes naturais minerais e vegetais que eram muito utilizados. O mais popular dos corantes vegetais é sem dúvida a Hena, obtida através de extratos da casca e das folhas da planta Lawsonia inermis, resultando numa coloração castanho-avermelhada. Continuar lendo

Reações químicas em Cosméticos

rx cosmetics

A maior parte da química dos cosméticos envolve estabilidade e caso esteja ocorrendo alguma reação em seus cosméticos provavelmente há algo de errado com eles. Mas em alguns casos é preciso ocorrer alguma reação química para obter o resultado desejado, aqui estão alguns exemplos:

Continuar lendo

Como a acetona remove o esmalte da unha?

esmalte

A acetona é o removedor de esmaltes mais utilizado por quem costuma pintar as unhas. Há quem ame, quem odeie, mas é difícil existir quem nunca tenha ouvido falar desse produto. Acetona é o nome popular da propanona, um solvente orgânico do grupo das cetonas que juntamente com o acetato de etila, um éster, compõe boa parte dos removedores de esmaltes. Quando um removedor não contém acetona, geralmente o acetato de etila é o removedor principal.

Continuar lendo

Moda e segurança no laboratório

ArmorSui

Calça Rosalind Franklin e vestido Marrie Currie. Fonte: ArmorSui

Quem trabalha com ciência sabe que o jaleco é o item essencial de segurança num laboratório. É ele quem protege o corpo e a roupa em caso de acidentes produtos químicos, diminuindo o risco e os possíveis danos. Mas mesmo protegendo com eficiência, o material dos jalecos geralmente é permeável e a roupa e o corpo podem sofrer caso os contaminantes passem pela barreira do tecido.

Continuar lendo

Não use condicionador num apocalipse nuclear

apocalipse condicionador

Eu sei, parece uma informação fútil. Quem é que estaria preocupado com a hidratação dos cabelos em meio a um apocalipse nuclear, certo? Mas na verdade essa informação pode salvar vidas.

Sabemos que alguns países como Coréia do Norte e Estados Unidos são capazes de iniciar a qualquer momento uma guerra utilizando armas nucleares e, caso isso ocorra, é preciso estar alerta e saber o que fazer caso se esteja no raio das explosões.

Continuar lendo

Cosméticos de 3500 anos encontrados no Louvre

peças louvre

Fonte: © CEA/Laurence Godart l.godart@free.fr

Cerussite-173897

Cerusita

Uma equipe de pesquisadores analisou diversas peças do museu do Louvre, em Paris, e encontrou resíduos de cosméticos Gregos e Egípcios de aproximadamente 3500 anos!
Nos cosméticos foram encontrados carbonatos de chumbo, componentes comuns de tintas e pigmentos produzidos pelas civilizações antigas. Para produzir os pigmentos, as civilizações egípcias antigas extraíam um mineral chamado cerusita, composto de carbonato de chumbo. Continuar lendo

Mais respostas sobre parabenos

parabenos postExiste uma enorme quantidade de informação que contesta o grito de guerra contra os parabenos, mas, uma vez que o sino tocou, não há como silenciar o efeito cascata causado pelo susto. Se você fizer uma pesquisa no Google sobre parabenos, você pensaria que eles causam câncer, mas sempre há dois lados em cada história.

Muitos fabricantes removeram Parabenos de seus produtos em resposta ao medo causado pelos primeiros relatórios de segurança. A Sociedade Americana do Câncer, o Instituto Nacional do Câncer e a FDA disseram que não há provas de que os parabenos causam câncer. Continuar lendo